O que fazer no Jalapão? | Roteiro de 05 dias
Cercado por cachoeiras de águas cristalinas, dunas douradas, fervedouros e até uma praia de água doce, o Jalapão é perfeito para quem ama ecoturismo. Nós estivemos por lá no final do ano passado em parceria com a @desertodojalapao e vamos contar para vocês todos os detalhes sobre o nosso roteiro de 05 dias e o que fazer no Jalapão.

Aqui você vai saber:

Sobre o Jalapão 

Localizado no cerrado brasileiro, no Tocantins, o Jalapão possui 34 mil km² de uma paisagem com rios, cachoeiras, praias de água doce, fervedouros, paredões rochosos, dunas, chapadas etc.

A sua porta de entrada é a cidade de Palmas que fica localizada a 300km de distância. Mas, grande parte desses seus atrativos está dividido entre quatro cidades, que são: Ponte Alta do Tocantins, Mateiros, São Félix do Tocantins e Novo Acordo.

No entanto, os tours geralmente utilizam três cidades como base, que são: Ponte Alta do Tocantins, onde estão localizados alguns dos lugares mais visitados, como a Pedra Furada, Mateiros e São Félix do Tocantins, estas últimas duas cidades ficam no Parque Estadual do Jalapão.

O Parque é uma das maiores regiões de vegetação nativa no Brasil e o maior parque estadual do Tocantins. E por causa da sua extensão faz divisa com o Maranhão, Bahia e Piauí.

Além disso, a região é ideal para aqueles que querem ter um contato intenso com a natureza e se desligar da agitação da cidade.

Quando ir

A pergunta de quando ir ao Jalapão é uma das mais feitas por aqueles que sonham em conhecer a região. Mas, aí vem a boa notícia! O Jalapão pode ser visitado em qualquer época do ano.

O que muda em cada época são algumas características, como: a paisagem, a transparência das águas, os animais que você pode conseguir ver pelo caminho etc. Já que o calor é constante por lá, mas mesmo no período de chuvas o sol aparece.

Nós, por exemplo, fomos na época de chuvas, em dezembro, e pegamos dias lindos de sol. Apenas choveu dois dias, mas pancadas rápidas e que em nada atrapalharam o passeio. Para ter ideia, a temperatura não varia muito ao longo do ano, ficando cerca de 30°C.


Mas, afinal de contas: quais são os períodos de seca e de chuva? Calma, que a gente te explica!

Período de seca: Maio a Setembro

Nos meses de maio a julho a umidade do ar está mais alta e a vegetação mais verde. Essa é uma boa opção para fugir do calor intenso do Jalapão.

Já entre os meses de agosto e setembro a umidade do ar baixa e o calor torna a viagem mais cansativa e incômoda. Contudo, o pôr do sol é mais bonito neste período.

Período de chuvas: Outubro a Abril

Como comentamos, o calor é constante no Jalapão e as chuvas podem mudar a transparência das águas, mas mesmo assim continuam cristalinas! Contudo, neste período a temperatura é bem mais amena.

O período mais chuvoso é de dezembro a fevereiro, o que pode atrapalhar algumas trilhas. Mas, geralmente as chuvas são passageiras, sendo possível aproveitar o passeio sem maiores transtornos.

De qualquer forma, se você optar ou só puder ir neste período, tente ficar o máximo de dias que conseguir, pois assim terá mais chances de pegar dias de sol.

Como ir 

A cidade mais próxima do Jalapão é Palmas, a 300km de distância. A cidade recebe voos diretos de Goiânia, São Paulo e Brasília. Voos partindo das demais localidades, como no nosso caso do Rio de Janeiro, é preciso pegar uma escala.

Chegando a Palmas, você tem a opção de ir para o Jalapão com o tour de uma agência especializada ou por conta própria. O que não recomendamos e mais para frente explicaremos porquê.

É possível chegar a Palmas também de carro e ônibus interestadual. De lá para o Jalapão é preciso se deslocar de carro 4×4 e de preferência com um guia e motorista experientes, pois as estradas são acidentadas.

Esse é um dos motivos que consideramos mais vantagem fechar o passeio com uma agência, pois eles terão o carro apropriado para não passar perrengue na estrada, pois lá não pega sinal de celular, o que pode complicar na hora de pedir ajuda por algum problema na estrada, por exemplo. Além, de motoristas e guias treinados,

Sem falar que você não terá dor de cabeça com hospedagens e restaurantes. Isso porque são poucas as hospedagens nas cidades que ficam próximas ou dentro do parque estadual do Jalapão e nos restaurantes as refeições precisam ser agendadas, já que são na maioria pousadas e com uma estrutura mais limitada.

Nossa opinião sobre a Deserto do Jalapão

Na nossa viagem para o jalapão procuramos por agências que oferecessem segurança, pelos motivos citados acima, e também que tivesse um roteiro bacana e que se encaixasse nos dias que teríamos por lá.

Até que encontramos a @desertodojalapao. Desde o primeiro momento equipe foi solícita e tirou todas as nossas dúvidas.

Os carros são novos, bem conservados e eram limpos a cada dia de passeio. Sem falar que possuíam rádio via satélite (uma vantagem, pois sinal de celular por lá é raro), caixa de primeiros socorros e também água, suco, lanchinhos e frutas à vontade para comermos durante os passeios.

Carro 4x4 é essencial para circular pelo Jalapão
Carro 4×4 é essencial para circular pelo Jalapão

 

No primeiro dia eles nos buscaram no nosso hotel em Palmas e partimos para a primeira atração, a Lagoa do Japonês. Outra vantagem, na nossa opinião, é que os ingressos dos atrativos, as pousadas e as refeições, com exceção das bebidas, estavam inclusas no pacote.

Já que fechar tudo por conta própria sai mais caro e também corre o risco de você passar perrengues reais, como o furar o pneu no meio da estrada (acontece mais do que vocês imaginam!) e não ter sinal de celular para chamar o reboque ou se perder, pois as estradas não são sinalizadas e não há sinal de GPS por lá.

 

Jacuzzi com água natural em uma das pousadas que ficamos
Jacuzzi com água natural em uma das pousadas que ficamos

 

O guia também foi um ponto positivo, pois entendia muito sobre a região e suas peculiaridades.

Além disso, as dicas da @desertodojalapao de acordar cedo para pegar os atrativos vazios e também trocar a ordem de alguns atrativos foram muito válidas. Pegamos a maioria dos fervedouros vazios (éramos os primeiros a chegar!) e “bebíamos a água limpa” como dizem por lá, ou seja, a água super transparente e sem estar mexida ou turva por conta da areia do fundo.

Fervedouro e sua água cristalina
Fervedouro e sua água cristalina

 

Roteiro de 05 dias  

Nos fomos em dezembro para o Jalapão e passamos 05 dias desbravando as maravilhas do cerrado brasileiro. Vimos dunas, chapadas, serras, uma imensidão verde, cachoeiras, fervedouros, praias de água doce etc.

É possível fazer roteiro de até 03 dias por lá, mas recomendamos você fazer o de 05 ou mais dias, pois são muitos quilômetros percorridos entre os atrativos e também para você poder visitar o máximo de lugares possíveis no Jalapão.

Então, vamos compartilhar todo o nosso roteiro com vocês. Bora conferir?

1º Dia

  • Saída de Palmas rumo ao Jalapão
  • Lagoa do Japonês
  • Pedra Furada
  • Check-in na pousada em Ponte Alta do Tocantins
Lagoa do Japonês, em Serra Gerais
Lagoa do Japonês, em Serra Gerais

 

2º Dia

  • Café da manhã na pousada e checkout
  • Cânion do Sussuapara
  • Prainha do Rio Novo
  • Cachoeira da Velha
  • Almoço na comunidade Quilombola
  • Dunas
  • Check-in na pousada em Mateiros
Cânion do Sussuapara

 

3º Dia

  • Café da manhã na pousada
  • Fervedouro do Ceiça
  • Cachoeira da Formiga
  • Visita à Cabana da Jane para conhecer e comprar o artesanato de capim dourado
  • Fervedouro do Sono
  • Fervedouro do Buriti
Fervedouro
Fervedouro do Ceiça

 

4º Dia

  • Café da manhã na pousada e checkout
  • Fervedouro do Buritizinho
  • Fervedouro das Macaúbas
  • Fervedouro Por Enquanto
  • Fervedouro Veredas
  • Check-in na pousada em São Félix
fervedouro macaúbas
Fervedouro das Macaúbas

 

5º Dia

  • Café da manhã na pousada e checkout
  • Fervedouro do Alecrim
  • Fervedouro Bela Vista
  • Cachoeira das Araras
  • Serra da Catedral
  • Retorno para Palmas
Fervedouro Bela Vista
Fervedouro Bela Vista

 

Quando custa  

Muita gente fica preocupada e nos pergunta quanto custa viajar para o Jalapão. Pelo serviço que a agência oferece consideramos um preço justo e até mesmo em conta, pois está literalmente tudo incluído, com exceção das bebidas e a passagem aérea para palmas.

*Valor por pessoa

Passagem para Palmas (ida e volta): R$ 380,00

Jantar em Palmas: R$ 70,00

Uber do aeroporto x hotel (vice-versa): R$ 60,00

Tour de 05 dias (valor da @desertodojalapao): R$ 2.699,00

Bebidas: R$ 100,00

Compras de artesanato de capim dourado (opcional): R$ 100,00

 

O que levar  

Por causa do clima sempre quente, você pode levar poucas roupas e itens pessoais. Basicamente o que você vai precisar é de camiseta ou saída de praia, roupa de banho e chinelo. Uma mala de mão resolve. Nós fizemos assim e deu muito certo. Na verdade, voltamos com algumas roupas que nem usamos.

De qualquer forma, preparamos um checklist do que levar para a viagem ao Jalapão. Confira:

  • Camisetas
  • Shorts
  • Chinelo
  • Saída de praia
  • Roupa de banho
  • Toalha de secagem rápida
  • Chapéu ou boné
  • Tênis, caso o tour inclua alguma trilha
  • Protetor solar e repelente. Lembrando que eles não podem ser usados para entrar na cachoeira e nos fervedouros.
  • Máscaras
  • Álcool em gel
  • 1 calça comprida
  • 1 casaco, caso seja muito friorento. Apesar que achamos que você vai usar apenas dentro do avião.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.